Planejamento e objetivos

 

Oi, tudo bem? Hoje eu quero falar sobre algo que ninguém pensa muito quando se fala em autoestima. E principalmente no Brasil, tem tudo a ver com este domingo pós-carnaval, que é quando eu tô escrevendo este texto. Eu não sei quando você está lendo, não tem problema se for em outubro ou julho, ou ano que vem, o conteúdo se aplica a qualquer data.

 

Autoestima e estabelecimento de metas

Eu sei que nesta altura do campeonato, meados de fevereiro, muita gente já abandonou as promessas que fez no reveillon. Eu sei que muitas promessas de ano novo já foram deixadas de lado. A empolgação da primeira ou das duas primeiras semanas a esta altura já passou e eu sei que muitos até já desistiram de implementar novos hábitos, de por um plano em prática, de mudar. E você deve estar se perguntando: Marina, o que é que isto tem a ver com a Autoestima?


Bom, vamos lá… O que acontece quando você está dependendo de uma pessoa para fazer algo importante ou significativo pra você? Você está contando, esperando que ela vá fazer algo por você e não faz. No mínimo você se decepciona, não é? Pode ficar frustrado, com raiva, você pode se sentir impotente, ficar chateado, ressentido. E se essa for uma prática recorrente, muito provavelmente você vai deixar de confiar nesta pessoa. É justo, não é? Você estava esperando que a pessoa fosse fazer algo por você, que ela prometeu, e ela não faz. Que chateação isso!

E o que você acha que acontece quando você não cumpre as suas próprias promessas? Ou quando você diz que vai parar de fazer algo que está te prejudicando mas continua fazendo?

Prefere ouvir? Aperte o Play

Como você olha para si mesmo depois que desiste de um sonho ou de um objetivo? Como você se olha no espelho?
Pois é, acontece exatamente a mesma coisa: Decepção, chateação, frustração…E pode nascer um sentimento de fracasso, de se sentir incapaz e incompetente. O que obviamente vai ter um impacto muito negativo na autoestima, já que ela é um julgamento de valor que cada um faz de si mesmo.

Pela minha experiência posso dizer que um dos fatores que mais contribuem para a baixa autoestima é justamente deixar de fazer algo que precisa ser feito. É adiar, procrastinar, desistir dos próprios planos, desistir dos sonhos. Porque isto significa que você está desistindo de você mesma.

Não é horrível chegar no domingo e ver que você não fez nada do que tinha planejado fazer? E chegar o final do ano com esta sensação? Junto com isto nos comparamos a outras pessoas porque parece que todo mundo progrediu, todo mundo evoluiu e conquistou coisas enquanto continuamos imóveis, sem viver o que gostaríamos, sem passar pelas experiências que desejamos.

Infelizmente a grande maioria de nós vive isto. Vai empurrando com a barriga, deixa pra depois, desiste, abandona, e isto não é prejudicial só pra autoestima ou autoconfiança, porque você vai deixando de confiar nas suas capacidades, né? Mas é também um desperdício de vida.

Eu quero saber, quais são os seus planos pra esse ano? Quais são seus sonhos? Do que você já desistiu? Do que você está abrindo mão? Do que você está com preguiça?

 

Realizar e conquistar objetivos é uma das melhores formas de se construir uma autoestima positiva.

Para aí onde você está e lembra de algo que você conquistou, de um desafio que você conseguiu cumprir. Lembra dessa sensação de ter algo realizado, esse prazer de ter conquistado algo, de ter se superado. É um prazer de saber que pode, que consegue, que dá conta. Dá uma alegria concluir e realizar, e este é o melhor alimento que você pode dar para a sua autoestima.

Existem vários assuntos e tópicos que eu quero falar aqui com vocês mas eu não podia deixar de vir aqui te lembrar de se organizar, de escrever quais são os seus objetivos, de fazer um planejamento. E eu não estou nem falando de coisas mirabolantes ou das conquistas grandiosas, mas até aquelas menores como por exemplo caminhar todos os dias, voltar a fazer exercício, beber mais água, ler um livro… porque quando não conseguimos realizar essas tarefas menores a que nos propomos, ficamos com uma sensação de poxa, mas eu não consigo nem fazer isto que é tão pequeno, que é tão básico, como é que eu vou realizar grandes coisas e conquistar grandes objetivos?

A proposta desse áudio de hoje é pra você se lembrar dos seus planos, dos seus sonhos, daquilo que é importante pra você, daquilo que você está evitando também, mas não só isto. Também se organizar e planejar, escrever os seus próximos passos.

O que você quer realizar este mês, até o final do ano, este semestre? Eu te garanto que quando você começar a praticar e realizar, a sua autoestima vai agradecer muito.

Hoje vou ficando por aqui.

Becitos!

últimos posts:

Mulheres e a Autoestima

Neste artigo, exploraremos a importância da autoestima para as mulheres e como ela pode impactar os relacionamentos amorosos, a amizade e as relações familiares. Entender essas conexões é fundamental para promover relacionamentos saudáveis e significativos. Vamos mergulhar nessa jornada de autodescoberta e crescimento pessoal.

Ler »

Desvendando o Segredo da Autoestima

Quando você se avalia de forma positiva existe autorrespeito e autoconfiança. Existe uma satisfação em ser quem é. A autoestima é o que pensamos, sentimos e acreditamos sobre nós mesmos.

Ler »

Estratégias infalíveis para aumentar a sua Autoestima

Sentir-se inferior, pensar mal de si mesma, se por pra baixo. Essas são algumas formas da baixa autoestima operar.

Se você passa por isto sabe o quanto prejudica e atrapalha a vida, de diversas formas possíveis e em diversas áreas. Para mudar a forma como você se vê e assim desenvolver uma autoestima positiva, é necessário mudar não somente o seu pensamento, mas também alguns hábitos.

Ler »

Jornada Semear

Autoconhecimento para mulheres que desejam se reconectar com sua essência e resgatar a autoestima

E-book

Autoestima: Sistema Imunológico da Mente; Autossabotagem

Microcast

Pequenos áudios para provocar reflexão e mudanças

Respostas de 2

  1. Ei, vc que escreveu isso, eu AMEI ler!!!!!!!! Reconheci tudo que me me rebaixou, que destruiu minha estima!

    1. Oi Débora! fico muito feliz que você tenha gostado do conteúdo. Espero que contribua para a construção de uma autoestima saudável.
      Um beijinho pra você,

      Marina

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Academia de Autoestima

Técnicas e prática para desenvolvimento de Autoestima

Academia de Autoestima® 2024  – Todos os Direitos Reservados

Este site utiliza Cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao prosseguir você concorda com a nossa Política de Privacidade.