Prefere ouvir? Aperte o Play

Nas últimas semanas  recebi muitas mensagens sobre o mesmo tópico, por isso eu achei que precisava abordar esta questão hoje. Não cheguei a contar, mas foram várias mensagens de mulheres falando que tem uma autoestima baixa por causa da aparência, porque não gostam do que veem no espelho, não se acham bonitas e atraentes.

Bom, vamos partir do pressuposto que o que todo ser humano quer é ser feliz, se sentir amado, aceito e pertencente, mas no final das contas o que todo mundo quer é ser feliz. Trabalhando com mulheres nos últimos anos, é muito comum surgir esse assunto da aparência, da beleza e da vaidade, e quando falamos em autoaceitação quase todas as pessoas falam em aceitação da própria aparência.

Quando esta questão é explorada, as mulheres falam: “Ah, se eu fosse mais bonita eu sei que teria mais autoestima”, “eu não consigo gostar de mim, se eu fosse mais bonita teria mais autoconfiança”… Acaba voltando ao “querer ser feliz” que citei anteriormente. Isto é um ponto. 

O outro ponto é, nos sentimos feios ou bonitos quando nos comparamos. Eu me acho baixinha no alto dos meus 1,56 cm porque eu já vi mulheres de 1,80 cm ou mais. Algumas mulheres não gostam de seus cabelos cacheados porque comparam com aquelas que tem cabelos lisos. Outras não se sentem bem com seus corpos porque são muito magras e não se sentem desejáveis quando se comparam à mulheres curvilíneas. É claro que a comparação por si só é péssimo para a autoestima mas quando nos comparamos e não gostamos do que vemos, muitas vezes até a ponto de ficarmos deprimidas, é porque existiu esta comparação, certo? Passamos a querer aquilo que vimos em outra pessoa, seja lá o que for.

É claro que não tem nada demais não gostar de uma partezinha ou outra da própria aparência. Isto é completamente normal e aceitável, não é disso que estou falando. Falo de pessoas que deixam de ser felizes ou são menos felizes porque se sentem mal com o próprio corpo, porque não conseguem se aceitar. Neste caso, se aceitar fisicamente.

Estou falando mais em mulheres porque nós somos mais cobradas e sofremos mais com esta questão, mas se o que todo mundo quer é ser feliz, o que me faz pensar que se eu tiver uma aparência mais próxima da fulana ou da ciclana é isto que está me faltando para eu ser mais feliz? O que me faz querer ser mais parecida com outra pessoa? Porque queremos ter características que não são nossas? Será que no fundo não é vontade de ter a felicidade que se imagina que a outra pessoa tem? Será que não é vontade de ter a autoconfiança e o carisma que a outra pessoa tem? 

Vamos supor que você vai à uma festa e lá tem uma mulher que você acha linda, porque afinal de contas isso é muito relativo, né? Você pode achar uma pessoa linda e eu não. Mas para você, esta mulher que está na mesma festa que você é esteticamente perfeita. Só que ela é apagadinha, meio carrancuda, não faz muita questão de ser simpática, e assim acaba não sendo uma pessoa muito agradável. E apesar de linda ela não chama a atenção, como aquelas pessoas que são meio magnéticas, sabe? Aquelas pessoas agradáveis, que cativam e todos gostam de ter por perto, que parece que iluminam o ambiente onde estão? 

Vamos supor que nessa mesma festa tenha outra mulher, completamente normal, assim como eu, você, e a maioria de nós, mas ela é pra cima, interessante, divertida, tem uma energia boa. Eu te garanto que no final da noite você não vai ter o cabelo perfeito daquela mulher linda. Sabe por quê? Porque você não vai nem lembrar dela.

Quem não conhece mulheres assim, que são gordinhas, baixinhas, que tem todos estes “pequenos defeitinhos”, mas estão sempre pra cima, tem vários amigos por perto, nunca ficam sem namorado. Enquanto existem outras mulheres que as pessoas questionam… “Ela é tão linda, porque está sozinha?” (não, a mulher não precisa de um relacionamento para validá-la, não é isso que eu tô falando).

O que estou dizendo é que somos muito mais do que aparência. Somos um pacote. É claro que é importante nos sentirmos bem em nossos próprios corpos, mas nós somos tão mais do que isso, somos tão maiores do que a aparência… 

Eu entendo esta cobrança e a frustração que muitas de nós sentimos, porque esta é a mensagem que recebemos desde que nascemos. A mídia esfrega isso na nossa cara o tempo inteiro. Nós somos bombardeadas desde que nascemos e se não tivermos racionalidade e consciência, realmente parece  que precisamos de fato sermos esteticamente bonitas para termos felicidade e sucesso. Mas isto está longe de ser verdade. Eu conheci modelos profissionais, mulheres lindíssimas sem um pingo de autoestima e autoconfiança.

Sabe o que acontece? Apesar de toda a aparência física, a estética e a beleza, quando olhada de perto parece que esta mulher belíssima deixa de ser assim tão perfeita e invejável, porque falta um “tchan”, um brilho no olho, um borogodó. 

Outro ponto que não tem como não falar é em como estas imagens de “mulheres perfeitas” que vemos todos os dias são manipuladas. Eu sei disso, você também sabe, mas parece que a cabeça não processa muito bem, parece que esquecemos.

No seu dia a dia, no seu cotidiano, quantas mulheres de beleza estonteante de capa de revista você conhece? Quantas mulheres você já conheceu que são assim, em toda a sua vida?

O problema é que comparamos com as fotos cheias de maquiagem e photoshop. E o que vemos nestas fotos? Mulheres felizes! Mulheres que demonstram autoconfiança, que parecem alegres, que estão se divertindo, parece que tem sucesso. Nós crescemos achando que este tipo de mulher que é feliz. Porque é isto que vemos na mídia o tempo inteiro. Então nós associamos este padrão de imagem à felicidade e ao sucesso. E é muito difícil se dissociar disso sem que exista um processo de parar e tomar consciência. Então, de forma inconsciente nós fazemos esta associação.

Se eu me sinto infeliz e menos, alguma coisa me falta. Eu olho para estas mulheres que são esteticamente lindas, e elas parecem ser felizes e autoconfiantes, que são coisas que eu não tenho. Logo, não sou feliz e tenho não autoconfiante porque provavelmente não sou bonita como elas. 

Isto é uma grande bobagem por diversos motivos. Se no final do dia o que todo ser humano quer é se sentir feliz, a aparência tem uma parcela muito pequena nisto. Muito pequena mesmo. Só que fazendo esta comparação rasa acabamos acreditando que o que está faltando é a beleza, mas este fator não é determinante nem pra beleza, nem pra autoestima.

Quando pergunto a uma pessoa quais são as qualidades que ela admira em si e do que ela se orgulha, eu nunca vi uma pessoa dizer que o que ela mais gosta em si mesma é o fato de ser bonita. As características que normalmente são citadas e que fazem com que uma pessoa tenha orgulho de si, que faz com que ela se sinta bem sendo quem é, são coisas como lealdade, garra, coragem, força de vontade, alegria, honestidade, empatia, disciplina, ser uma boa mãe, uma ótima profissional. São estas qualidades que fazem uma pessoa sentir orgulho de si, e são estes pontos que são fundamentais para uma autoestima saudável.

Sei que este assunto é delicado, tem muitas outras facetas e por isso vou continuar com este assunto na semana que vem. Mas eu te deixo essa reflexão. Quando você diz que gostaria de ter uma outra aparência, o que está por trás disso? O que está realmente te faltando? Quando você diz que se fosse mais bonita teria uma X coisa, o que é? 

 

Vou ficando por aqui,

Becitos!

 

*Se você gostou desse conteúdo e acha que ele pode ser útil a alguém por favor compartilhe. 

Autossabotagem

Autoimagem Corporal e Autoestima

Como desenvolver Autoestima

Que régua você tem usado?

Comparação ou Inspiração? Espichamos o olho para saber se a grama do vizinho é realmente mais verde, se o carro é mais novo, a casa mais bonita. Comparamos o sucesso, medido no tamanho da TV ou no  traquejo social. Parece que o outro é mais feliz, mas sentimos um...

O que é esta tal Autoestima?

Autoestima significado, conceito, aprendizado e desenvolvimento. Saiba como desenvolver

Autoestima ou Autocompaixão ?

Autoestima é diferente de Autocompaixão ? Há algum tempo tem-se levantado um grupo em favor a desenvolver a Autocompaixão em detrimento da Autoestima. Esta semana uma cliente me perguntou o que eu achava, estava com dúvidas, principalmente nas consequências negativas...

Sinais de uma baixa Autoestima

Como saber se uma pessoa tem uma baixa Autoestima ?   Como saber se uma pessoa tem baixa Autoestima ? Existem alguns testes para medir o nível de Autoestima de uma pessoa, como o provavelmente mais conhecido Escala  Rosenberg , que é mais usada para pesquisa do...

Autoestima e Relacionamentos

Como a baixa Autoestima afeta os relacionamentos ? As pessoas tendem a assumir que as outras pessoas as veem de forma semelhante como elas próprias se enxergam.  Se me sinto inadequada e pouco inteligente, é provável que eu suponha que outras pessoas me enxerguem...

O que aprendo com Clarice

Lições de Autoestima   Vou logo avisando, para não ter mal entendidos, que não me refiro à famosa escritora. A Clarice a quem me refiro é uma fofura de três anos e meio de idade, que me enche de alegria e amor, de quem tenho a alegria de não ser somente tia, mas...

Consequências da baixa Autoestima

Quais são os efeitos da baixa Autoestima ? Já conversamos em outro post sobre o que é Autoestima. As consequências variam de pessoa para pessoa, e de acordo com a intensidade, o histórico e a percepção de cada um. Em tempos de modernidade líquida, parece existir em...

Autoaceitação

Por que a Autoaceitação é tão importante ? Muitas pessoas tentam moldar-se de acordo com um ideal criado, tentando encaixar-se em um modelo. Muitas pessoas caem na armadilha de não aceitar quem são e então tentar ser como outra pessoa. Não se aceitar pode resultar em...

Autoimagem, Autoconceito e Autoestima

Qual a diferença entre Autoimagem, Autoconceito e Autoestima ? Diversos autores e pesquisadores contribuíram com pontos de vista variados e esta deve ser a principal razão da não existência de um consenso corrente sobre as definições dos termos. Popularmente há uma...

Autoaceitação: Como desenvolver ?

  A importância da Autoaceitação    Aceitar-se significa abraçar a totalidade de quem se é, não só as partes “estimáveis” mas principalmente aquelas que não gostamos em nós mesmos e que todos temos. A Autoaceitação é um passo fundamental na construção de uma...

Diálogo Interno

Diálogo Interno: O que você se diz ?   Todos nós falamos sozinhos, o tempo todo. A maioria das vezes de forma não verbalizada e muitas pessoas ainda não se deu conta deste diálogo. Ao longo do dia estamos constantemente pensando e interpretando as situações em...

Como construir um Diálogo Interno positivo

Como construir um Diálolgo Interno positivo ? Dialógo Interno é aquela conversa interior que todos temos. Saiba mais no post anterior. O que você diz a si mesmo é extremamente importante e influencia sua diretamente a autoestima e a autoconfiança. Idealmente,...

Sombra, para quê te quero ?

O Efeito Sombra  popularizou-se devido ao documentário e livro homônimos, este escrito por Debbie Brown, Deepak Chopra e Marianne Williamson, em 2010. Entretanto, o pai do conceito e do termo foi o psicanalista Carl Jung. O livro de Debbie Brown  traz o entendimento...

Autossabotagem

Sabe aquela situação que você não consegue mudar, que insistentemente se repete em sua vida ? Então, não foi a situação que não mudou. Foi você ! E se do lado de cá do monitor eu pudesse chutar, diria que foi Autossabotagem, uma forma inconsciente de agir para que eu...

Perfeccionista, eu ?

Perfeccionismo Exagerado Sabe quando uma pessoa lista perfeccionismo como um de seus pontos fracos ? Ela não está mentindo se tiver um nível realmente elevado de exigência, pois estas pessoas podem sentir-se como em um limbo, onde tudo o que fazem nunca é bom o...

ACOMPANHE

Microcast

O Micro podcast da Academia de Autoestima

E-books

Baixe Gratuitamente