1. Praticar autorreflexão frequentemente

  1. Para ter autoconsciência, é necessário a prática de um exercício de reflexão. Isto significa investir um tempo para olhar-se honestamente, com uma intenção investigativa de perceber e compreender a razão – e a consequência – das suas emoções e ações. Teoricamente é algo simples de ser feito mas na prática, em um mundo tão barulhento e com tantas demandas, sabemos que não é assim tão simples. Este é um exercício que deve ser feito constantemente e é um passo inevitável para todos aqueles que buscam formas de desenvolver autoconhecimento. Comece investindo alguns minutos por dia e idealmente, anote as suas impressões.

 

Simplificando, a autoconsciência é uma percepção do eu, com o ser que torna a identidade única. Esses componentes únicos incluem pensamentos, experiências e habilidades.

2. Escrever

Anotar os seus pensamentos e percepções no papel te ajuda a se entender melhor, especialmente quando esta prática torna-se um hábito e você começa a traçar paralelos e fazer correlações. Reserve um tempo a cada noite para escrever sobre seus pensamentos e sentimentos, seus comportamentos, seus sucessos e fracassos. Isso ajudará você a crescer e avançar em suas conquistas

 

3.Olhar para si mesmo objetivamente

Se ver de forma objetiva não é uma tarefa das mais simples, já que somos seres enviesados de muitas facetas e camadas, mas com algum esforço é possível adquirir uma percepção objetiva e realista de si mesmo. Quando você conseguir  se ver objetivamente, poderá aprender a se aceitar e se desenvolver também de forma objetiva.

 

4. Entender suas prioridades e defina objetivos

Frequentemente perdemos tempo demasiado com as emergências do dia-a-dia e deixamos para depois o que realmente importa. Ter claro quais são as suas prioridades te ajudará a ter mais foco e disposição para se engajar nas atividades que importam para o seu futuro, em vez de somente resolver as demandas do presente. Uma vida significativa e autêntica quase sempre exige preparação e dedicação, por isto saber o que você realmente quer e quais os passos necessários para chegar lá são fundamentais. 

 

30 perguntas para avaliar a autoestima

 

5.Pedir ajuda a pessoas de confiança

A forma como nos vemos nem sempre corresponde à forma como as pessoas próximas nos enxergam. Consultar pessoas de confiança pode ser uma grande ajuda para nos vermos com mais objetividade, tanto nas qualidades quanto nas falhas e fraquezas.  Diga aos seus amigos quando você está procurando por perspectivas abertas, honestas, críticas e objetivas. Permita que seus amigos se sintam seguros enquanto eles estão lhe dando uma visão informal e honesta.

Certifique-se de que seus amigos saibam que estão fazendo isto para ajudar em seu desenvolvimento pessoal. 

 

6. Testes de personalidade e psicométricos

Existem testes sérios e robustos, que te ajudam a entender alguns dos seus traços e predisposições. Achei os  assessments MBTI e EQ-I especialmente úteis em minha jornada de autoconhecimento. Eles dão vários indicadores de como você normalmente funciona. Possibilitam (se) enxergar por um outro ângulo, de uma forma mais explícita e de fácil compreensão.

7. Meditar e outros hábitos de atenção plena

O hábito da meditação é um excelente meio de autoconsciência e de prática de observação. É um caminho para se conscientizar dos próprios pensamentos e emoções. Existem diversas formas de meditar e a tecnologia pode te ajudar com isso. Muitos apps hoje ajudam meditadores neófitos.

8. Perguntar

Se você ainda não sabe algo, provavelmente não se fez a pergunta correta. As perguntas “matadoras” são capazes de te fazer pensar fora da caixa, mudar a percepção sobre si mesmo e as situações, uma boa pergunta é realmente capaz de gerar ação e mudanças. A arte de questionar é o que permite resolver problemas. Temos pressa em responder mas quase sempre não nos damos conta que boas respostas dependem de boas perguntas. Quando crianças questionávamos tudo, entretanto, a medida que crescemos esta prática decresce e passamos a nos conformar com respostas e práticas estabelecidas. Quanto menos questionamos, menos nos desenvolvemos.

9. Peça feedback no trabalho.

Além de consultar amigos e familiares, use um processo mais formal no trabalho para obter  feedback. Se a sua empresa não fornecer uma maneira estruturada de fazer isso, tente implementar uma. Desde que seja construtivo e bem feito, ter uma opção de feedback formalizado nos permite refletir sobre nossas próprias forças e fraquezas.

Para ter um sistema de feedback formal eficaz no trabalho, você precisa de um processo adequado e de um gerente eficaz. Uma vez que o processo de feedback esteja concluído, é importante refletir sobre isso escrevendo os principais tópicos. Anote quaisquer pontos fortes e fracos surpreendentes que você não tenha percebido antes.

Se conhecer é trabalho de uma vida toda. Perceber e assimilar algumas características pessoais pode levar um certo tempo mas com certeza vale a pena e é etapa fundamental na construção de uma vida autêntica. Hábitos necessários para  se tornar mais autoconsciente pode impactar positivamente outros aspectos de sua vida, especialmente seus relacionamentos interpessoais e intrapessoais.

Autoconsciência significa uma compreensão profunda das próprias emoções, forças, fraquezas, necessidades e impulsos. As pessoas com autoconsciência forte não são nem críticas demais nem irrealisticamente esperançosas. Pelo contrário, são honestas consigo e com os outros.

Leia também:

8 Dicas para aumentar a sua Autoconfiança

Comece a ter atitudes de uma pessoa confiante Todos nós sentimos falta de confiança  em algum momento de nossas vidas. Se você me acompanha, já sabe que a autoconfiança é irmã da autoestima e elas costumam andar de mãos dadas. Para algumas pessoas a pouca...

Autoaceitação

Por que a Autoaceitação é tão importante ? Muitas pessoas tentam moldar-se de acordo com um ideal criado, tentando encaixar-se em um modelo. Muitas pessoas caem na armadilha de não aceitar quem são e então tentar ser como outra pessoa. Não se aceitar pode resultar em...

Autoaceitação: Como desenvolver ?

  A importância da Autoaceitação    Aceitar-se significa abraçar a totalidade de quem se é, não só as partes “estimáveis” mas principalmente aquelas que não gostamos em nós mesmos e que todos temos. A Autoaceitação é um passo fundamental na construção de uma...

Autoestima e Autoaceitação

AUTOESTIMA & AUTOACEITAÇÃO  O que é Autoaceitação ? Alguns dias parecem difíceis de desenvolver a Autoaceitação.  Em um dia ruim, quando erros acontecem, podemos ser nossos piores carrascos.  Felizmente, a auto-aceitação é algo que podemos nutrir. Olhe para isso...

Autoestima e Relacionamentos

Como a baixa Autoestima afeta os relacionamentos ? As pessoas tendem a assumir que as outras pessoas as veem de forma semelhante como elas próprias se enxergam.  Se me sinto inadequada e pouco inteligente, é provável que eu suponha que outras pessoas me enxerguem...

Autoestima Infantil

A auto-estima ajuda as crianças a lidar com os erros. Ajuda as crianças a tentar novamente, mesmo que falhem no início. Como resultado, a auto-estima ajuda as crianças a se sair melhor na escola, em casa e com os amigos.

Autoestima ou Autocompaixão ?

Autoestima é diferente de Autocompaixão ? Há algum tempo tem-se levantado um grupo em favor a desenvolver a Autocompaixão em detrimento da Autoestima. Esta semana uma cliente me perguntou o que eu achava, estava com dúvidas, principalmente nas consequências negativas...

Autoestima X Amor Próprio

Algumas pessoas me perguntam: Como é possível eu começar a me amar? Como é possível aprender a amar alguém? Como faz isto, gente? Como é possível aprender a amar a si mesmo?

Autoimagem Corporal & Autoestima

Apesar de muitas pessoas acreditarem que a Autoestima resume-se a gostar da própria aparência e ter vaidade, a Autoestima é algo muita maior do que isso.

ACOMPANHE

Microcast

O Micro podcast da Academia de Autoestima

E-books

Baixe Gratuitamente